Corações Abertos

Pista favorece a quebra de recordes nos Jasc 2018

Equipes trabalham para concluir a colocação dos tapetes e também na demarcação

130

O material sintético da pista olímpica de Caçador vai favorecer a quebra de recordes na 58ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina. A previsão é do consultor técnico da Federação Catarinense de Atletismo, Osni Mueller, mais conhecido como Chico. Construída em pouco mais de 20 dias, o local começou a receber o balizamento das raias, trabalho que deverá estar concluído até segunda-feira se as condições do tempo favorecerem. Os Jasc são promovidos pelo Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, em parceria com a Prefeitura de Caçador. Neste ano, contarão com a participação de 121 cidades, número recorde na história desde a implantação das fases seletivas dos micros e dos regionais.

Chico explicou que a pista oferece granulação compatível com as homologadas nacionalmente. Conta com 15cm de espessura, idêntica a de Itajaí. “O material emborrachado oferece maciez, devendo facilitar o desempenho dos atletas”. O dirigente observou que outro fator que pode contribuir é a altitude de Caçador. O município que fica no Alto Vale do Rio do Peixe está a 640m acima do nível do mar. “Isso também contribui claro com essa pista”.

O dirigente destacou a importância de Caçador fazer um investimento importante na implantação da pista sintética. Trata-se da quinta em Santa Catarina, que conta apenas em Blumenau, Itajaí, Jaraguá do Sul e na Universidade Federal, em Florianópolis. “Como o secretário de Cultura, Esporte Turismo, Enemir Corozzola, costuma dizer é legado que ficará para a população caçadorense”. Chico lembrou que antes mesmo de ser concluída os resultados são positivos, com alguns atletas locais despontando no cenário nacional.

 

Texto: Orlando Pereira/Especial

Veja Também
Comentários
Carregando...