Corações Abertos

Sábado de semifinais do basquete masculino

198
Por Heron Queiroz
Sexta-feira (14) definiu os semifinalistas do basquetebol masculino da 58ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc). São José, Brusque, Concórdia e Joinville estarão na tarde deste sábado (15) na disputa por uma vaga na decisão da modalidade, em Caçador.
No primeiro jogo das quartas de final, São José garantiu passagem para a próxima fase ao vencer Jaraguá do Sul por 75 a 47. Em seguida, Brusque passou por Florianópolis com o placar de 83 a 40.  Concórdia levou a melhor sobre Videira, marcando 58 a 55. E, no último jogo da fase, a vitória por 73 a 67, colocou a equipe Joinville nas semifinais.
Os confrontos semifinais acontecem entre São José e Brusque, às 14 horas, e Joinville e Concórdia às 15h30, no ginásio de esportes da Escola Pierina Santin Perret. Os vencedores decidirão na manhã domingo, último dia de competições, o título do basquetebol desta edição dos Jasc.
O esporte como superação
Um dos destaques do basquete nos Jasc é o armador da equipe de Joinville, Lucas Vezaro, 22 anos, que é um grande exemplo de superação pelo esporte, ao se recuperar totalmente de um linfoma de Hodgkin (câncer), que abrangeu o baço, pulmão e pescoço.
Foto: Heron Queiroz
Promessa do basquete joinvilense, aos 16 anos, foi para a La Lumiere High School Basketball, em Indiana, Estados Unidos, onde passou um ano e meio. De volta ao Brasil, em 2015, foi para o Bauru Basket, atuando na categoria sub-22.  Aos 19 anos, ao voltar à cidade natal, teve o diagnóstico e passou ao tratamento com quimioterapia. “Foram os sete meses mais complicados da minha vida. A dor é incomparável”, descreveu Vezarinho, como é conhecido.
Ele ainda destaca ainda a importância da família, em especial do irmão Felipe Vezaro, ala de 26 anos, ao lado de quem joga na equipe de Joinville. “Meu irmão não me deixou abalar. Ele me deu muita força, e deu tudo certo”, contou Lucas, que fez questão de agradecer também ao dr. Celso Boettcher e sua equipe Centro de Hematolologia e Oncologia (CHO).
Atualmente, depois de três anos da cura, Lucas é titular de Joinville e segue confiante na carreira. “Tenho uma vida melhor, mais saudável e com mais responsabilidade. Estou cheio de saúde e mais feliz”, disse. Ele ainda destacou a importância do esporte em seu processo de cura e disse que espera que seu caso seja exemplo para aqueles que passam por situações difíceis.
“É importante não desistir nunca. O esporte é essencial para a vida. Além disso, nos permite fazer amigos, manter a saúde e afastar-se de influências ruins. Esporte é disciplina”, concluiu Lucas Vezarinho, que voltará à quadra com a camisa de Joinville, na tarde deste sábado (15), contra Concórdia.
Veja Também
Comentários
Carregando...