Corações Abertos

Troca de camisa, de cidade, mas não muda o time

382

 

Por Heron Queiroz

 

Ano a ano, a cada edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), equipes se renovam, buscando qualificar-se ainda mais. Muitas delas, aproveitando o bom momento, mantém uma base. Mas o que dizer de uma equipe de vôlei que mantém praticamente o mesmo time titular por 11 anos? É o caso da equipe que, nesta edição, defende Pinheiro Preto.

Slongo, Tchétchi, Finger, Pussuca, Queijo e Preto conheceram-se praticando vôlei de praia, quando, em 2007, surgiu a ideia de montarem uma equipe de voleibol de quadra para competir em eventos como os Jasc. Desde então, nunca ficaram de fora das edições do maior evento esportivo de Santa Catarina. Ora defendendo Pinheiro Preto, ora Fraiburgo, ou ainda Rio das Antas, durante esses 11 anos jogando juntos, conquistaram sete títulos da etapa regional. Ou ainda conseguiram acesso como segundo ou terceiro lugar.

Há cerca de cinco anos, Preto deixou a equipe, mas os outros cinco seguem como titulares absolutos, já acima dos 35 anos de idade, exibindo alguns fios de cabelos brancos. “O importante é podermos estar aqui competindo e levando em frente nosso projeto”, disse Slongo.

A equipe também está há três anos participando do Campeonato Catarinense de Vôlei Master, acima de 35 anos, que neste ano acontece em Joinville, de 28 a 30 de setembro.

 

Veja Também
Comentários
Carregando...